O que são as macrotendências e como elas influenciam o mundo da moda

Publicado por

13 de julho de 2021
Chanel alta-costura outono 2018
4 min

É praticamente impossível falar de moda sem falar de tendências, o que vamos vestir e como cada pessoa vai adaptar as trends mais quentes ao seu estilo próprio. Mas muito antes de uma tendência aparecer nas vitrines ou nos guarda-roupas, a macrotendência é quem que vai guiar, de maneira mais global, todo o nosso consumo de um futuro não muito distante. 

Quem trabalha na área ou consome muita informação de moda costuma ter o olhar treinado e a curiosidade aguçada quando o assunto é a tendência de moda em si, mas é interessante ficar de olho também nas macrotendências que guiarão não só a moda, mas todo o nosso comportamento e o consumo. 

Mas o que é uma macrotendência e como ela impacta a moda? 

É o que você vai descobrir agora aqui no blog Audaces. Boa leitura! 

Afinal, o que é macrotendência? 

Macrotendência são tendências globais de comportamento que influenciam o contexto das sociedades de forma ampla e por um longo período de tempo. 

As macrotendências têm o poder de provocar mudanças relevantes no meio social, político, tecnológico, econômico e cultural, e impactar diretamente nossos hábitos de consumo. Por esse motivo, a macrotendência também é conhecida como tendência de fundo. 

Por ter poder de influência global e duradouro, as macrotendências são referências importantes para a observação dos rumos para os quais a sociedade se movimenta. A partir disso, é possível identificar oportunidades posicionamento de marca, abordagem do consumidor e para a criação de produtos e serviços nas mais diversas áreas do mercado, como moda, design e arquitetura.

Iris van Herpen com inspirações de macrotendências sobre sustentabilidade, feito à mão e futuro tecnológico
Iris van Herpen com inspirações de macrotendências sobre sustentabilidade, feito à mão e futuro tecnológico
Iris van Herpen com inspirações de macrotendências sobre sustentabilidade, feito à mão e futuro tecnológico

Iris van Herpen misturou tecnologia, handmade e sustentabilidade, através de plástico reciclado, para uma coleção de alta-costura de outono 2021. A criação é otimista e empoderadora para superação de medos e de limites, algo imprescindível no pós-pandemia, como previsto em algumas macrotendências.

Fotos: Iris van Herpen

Como surgem as macrotendências? 

As macrotendências são definidas a partir de pesquisas e estudos multidisciplinares que têm como foco observar comportamentos, hábitos de consumo, estilo de vida posicionamentos e outros aspectos entre os indivíduos de uma sociedade. 

Então, a partir desses estudos é possível prever decisões que essas pessoas estarão inclinadas a tomar, baseadas no contexto histórico, cultural e socioeconômico do qual fazem parte. 

Tudo isso acontece com antecedência de dois a três anos, e as macrotendências costumam perdurar e evoluir ao longo de anos e até décadas. Por isso é possível utilizar as macrotendências como ferramenta para prever tendências de moda, criar produtos que serão exatamente o que o consumidor procura e lançá-los no momento certo, quando houver a procura por ele. 

Como uma macrotendência se transforma em produto de moda?

Antes de tirar um produto do papel precisamos saber se ele tem a ver com o público-alvo da marca e o que o consumidor estará propício a consumir daqui uma, duas temporadas. Não seria uma tarefa possível se não fossem as previsões de tendências. 

Como mencionamos, as macrotendências são tendências de fundo globais e duradouras, portanto, derivam delas as tendências menores e de curta duração que serão materializadas em produtos e coleções de moda. É o que chamamos de microtendências. 

A microtendência, por sua vez, possui impacto menos global e mais pontual e no dia a dia de determinados grupos. Também difere da macrotendência em relação ao tempo, já que é de curta duração, de um a cinco anos. 

As microtendências são o que costumamos chamar de tendência de moda, mas não só isso. Uma microtendência também prevê inovações tecnológicas, o celular do momento, expressões e gírias, temáticas de filmes e séries, entre outros. Esses fatores, aliás, também influenciarão as tendências que vestimos. 

Essa é uma explicação para “a volta dos anos 1980”, com ombreiras, mangas volumosas e tecidos brilhantes como o lurex. Nos últimos anos vimos a estética oitentista acompanhar nosso consumo baseado em pura nostalgia entre os millenials, com tom cool entre os mais jovens. 

Produções como a série Stranger Things fizeram sucesso até mesmo fora das telas, sendo temas de publicidades, paródias e produtos de decoração. Como identificado e previsto como tendência, a década dos exageros, das cores extravagantes e do brilho estava de volta na moda.

Desfile de alta-costura de outono 2018 da Ralph & Russo
Desfile de alta-costura de outono 2018 da Ralph & Russo trouxe referências nostálgicas dos anos 1980. Foto: Getty Images

Qual a importância das macrotendências para a moda 

Macrotendências são relevantes para diversos segmentos de mercado porque antecipam desejos e escolhas. 

Para a moda, a importância da macrotendência é bastante clara porque tudo o que está hoje em uma vitrine começou a ser confeccionado muito antes, em questão de meses e, em alguns casos pelo menos um ano atrás. E, é claro, precisa ser desejado e vender na hora certa, por isso a necessidade de estudos concretos e certeiros. 

Todavia, uma macrotendência, que é por si só uma antecipação de mudanças, também pode ser acelerada. É o que diz a WGSN, a principal referência e maior autoridade em tendências do mundo, em Consumidor do Futuro 2022

Previsões da WGSN que já se confirmavam rapidamente com o avanço das mudanças globais foram impulsionadas pela realidade da pandemia do coronavírus. 

O mundo todo precisou se adaptar à nova rotina de isolamento. Com o medo, a incerteza e a ansiedade causada por tempos tão difíceis, vimos uma demanda maior por simplicidade, conforto e consumo consciente. Tais conceitos foram notados em tendências como homewear e na força das marcas eco fashion

E é aí que percebemos o quanto as macrotendências são relevantes para novos produtos de moda e, mais que isso, são a base para qualquer ideia ou inspiração que mais tarde estará no moodboard das confecções. 

Em resumo, pesquisar tendências e manter os olhos atentos é essencial em um profissional da moda. Aqui no Blog Audaces você vai encontrar muito mais conteúdo como esse e ficará pronta (o) para o futuro da moda. Receba diretamente no seu e-mail uma curadoria de conteúdos e novidades assinando nossa newsletter

*A imagem que abre esse post é do desfile de alta-costura da Chanel para o outono de 2018. Créditos: Alessandro Lucioni/Imaxtree